Visão Celular

 

Cacique Coura - 1 Eu sou filho na fé da Igreja Avivamento Bíblico, que é um ramo da Metodista, assim como a Metodista Wesliana, que nasceram no final da década de 1940, o Avivamento Bíblico é de 1946. Então a minha orígem é "Metodista".

Já nos idos de 1739 John Wesley começou a organizar os novos conversos em grupos pequenos para os discipular, e é incrível que ele aconselhava que estes grupos para melhor desenvolvimento didático, deviam ter entre 12 e 20 discípulos, eram vários tipos de grupos num crescente de disciplina e conhecimento.

Quando era ainda um adolescente (13anos) fui professor da Escola Bíblica Dominical dos Adultos da Igreja Avivamento Bíblico, onde meu Pai (já na Glória) era o "Presbítero Dirigente", estudando para ministrar as aulas da EBD, aprendi que o professor tem domínio visual completo sobre uma turma de no máximo 20 pessoas, e que o número ideal de alunos numa classe seria proximo de 12 (Um livro excelente e que fala sobre isso é: Lições de Mestre(Mark Shaw) da editora Mundo Cristão).

Com isso quero dizer que esta estratégia de Células ou Pequenos Grupos não é moderna, coisa nenhuma e nem foi Cesar Castellanos ou David Young Cho quem as inventou, na verdade pequenos grupos era o modelo da Igreja Primitiva (é só dar uma olhadinha com carinho nos escritos do Apóstolo Paulo e veremos isso).

Esta estratégia sempre existiu e sempre existirá, quero deixar bem claro que não é a única, e quem não a adota não está fora do plano de Deus.

Na verdade tenho bastante tristeza ao ver que a "maioria" das Igrejas em Células no M12 (grupo que saiu com o Renê) e no G12 (grupo que ficou fiel ao Castellanos) não tem nenhum interesse por missões, no verdadeiro sentido da palavra, digo isso porque convivo com vários pastores e não os vejo pensando nisto e sim em crescer a igreja local, ter maior número de células e alguns almejando atingir logo a cota pra ser consagrado "apostolo"!

Por aqui até onde tenho conhecimento existem vários tipos de Igrejas em Células e Igrejas com Células, Igrejas com Grupos Familiares e Igrejas com Pequenos Grupos, isto é a "Visão Celular", ou seja, uma visão estratégica para a implantação do Reino de Deus através de Pequenos Grupos ou Células, a grande diferença está no fato de que até o César Castellanos, os Pequenos Grupos ou Células sempre foram para comunhão e discipulado, a exceção era o culto nas casas (que realizávamos até a década de 1980) pois era evangelístico; o César trouxe a novidade de um grupo exclusivamente evangelístico, com uma metodologia de evangelismo pronta e que devia ser estudada e implantada. O Discipulado é feito no G12 a principio grupo de 12 agora governo dos 12. Muitos não veem dessa maneira e querem os grupos de comunhão e discipulado apenas, (eu defendo a fusão dos sistemas: Células de Evangelismo; Células de Consolidação; e Células de Discipulado e comunhão) por isso esta divisão na visão celular, repito, tudo é estratégia, a palavra "visão" aqui nada tem a ver com "revelação de Deus" e sim com estratégia humana, e que é muito bem vinda para o Reino de Deus, pois foi Ele que nos capacitou com inteligência e poder de raciocínio.

As barbaridades teológicas e imposições inovadoras (como a necessidade de se ir a Jerusalém, a pregação enfática usando pessoas e símbolos do Velho Testamento, Shofar, etc....) nada tem a ver com a "Visão Celular", são "crenças" de líderes que estão na visão, aliás, isso não é moderno, no Brasil muito antes do "buumm" das Igrejas em Células, já se fazia isto, o Pr Caio Fábio, Pr Silas Malafaia e outros faziam caravanas pra Jerusalém há muito tempo, o que é moderno é o uso dos símbolos e festas Judaicas.

Ufa! Terminando: A Visão Celular é uma estratégia para implantação do Reino de Deus, excelente e com muitas oportunidades para que os leigos exerçam o ministério, Cremos no Sacerdócio Universal dos Cristãos!.

Anúncios