SOMOS SOLDADOS DE CRISTO! ESTAMOS GUERREANDO?

Hoje tenho vontade de escrever um texto que nos ajude na caminhada cristã. Muitos temas vêm à mente: Santificação, Intimidade com Deus, Crescimento espiritual, etc., mas como Judas o irmão de Tiago, por conseqüência irmão de Jesus, me sinto constrangido a falar sobre Batalha Espiritual; não a fantasiosa e “animista” batalha espiritual fundamentada naquilo que alguém conseguiu ao entrevistar “um demônio, que estava juramentado” ou a batalha espiritual baseada nas experiências de um ex: bruxo, satanista, pai-de-santo, etc., nada disso, sinto-me constrangido a falar da batalha espiritual que vivemos no dia a dia.

A nossa luta contra a carne, o mundo e o diabo, que a Palavra de Deus diz estar em plena atividade, embora não a sintamos às vezes, embora não a queiramos, estamos envolvidos nela. Simplesmente pelo fato de termos nascido já nos envolvemos na batalha espiritual, pois ou estamos de um lado ou do outro, não existe neutralidade nesta vida, ou pertencemos a Deus e estamos alistados nos
Exércitos de Cristo ou estamos alistados no Exército das Trevas.

Como já nascemos de novo pela fé no sacrifício e ressurreição de Cristo, pertencemos ao Exército do General Jesus. Quando penso nisso fico pasmo, pois o Grande General que não perde ou perderá sequer uma batalha tem em seu exército soldados despreparados, relapsos e às vezes preguiçosos. Não procuramos inteirar-nos da batalha, não buscamos capacitar-nos no uso das armas disponíveis, não procuramos saber quais sãos as ordens do nosso Comandante, desobedecemos veladamente sua Palavra, interpretamos à nosso gosto suas ordens e, agimos como se não estivéssemos em guerra, andamos despreocupadamente pela vida, não vigiamos, não exercemos a autoridade que nos foi concedida pela morte e ressurreição de Cristo; por não estarmos atentos atiramos em nossos companheiros, por vezes fazemos questão de acertá-los, para que saiam de nosso caminho ou não concorram conosco por posições que almejamos. Só mesmo Jesus Cristo para amar-nos, compreender-nos, perdoar-nos e, ajudar-nos a mudar esta situação. Outro comandante já nos teria
enviado para a corte marcial com toda justiça e merecimento de nossa parte,
mas, essa não é a atitude que nosso General tem tomado ou demonstrado em nosso favor, pelo contrário têm sido longânimo e paciente para conosco, têm nos dado tempo para que nos arrependamos e convertamo-nos.

Talvez você diga ao ler estas linhas: “Este não sou eu, de modo nenhum pratico as atitudes que você descreveu, eu sou diferente”. Aleluia! Realmente existem excelentes soldados no exército de Cristo. Homens e mulheres que deixam tudo, negam a si mesmo, tomam a cruz e seguem a Cristo por onde quer que seja necessário. Homens e mulheres que vão para a linha de frente, encaram o inimigo, lutam com todas as forças, mesmo feridos não abandonam a batalha, mesmo em face da morte, não amam mais a sua vida que a missão de ganhar almas e implantar o Reino de Deus aqui na terra. Homens e mulheres que estão gastando suas vidas por amor a Cristo. Glória a Deus!

Mas, eu não tenho certeza se sou um bom ou um mal soldado. Não sei se estou agindo como um verdadeiro mártir do evangelho ou, se estou me locupletando com benesses que me são concedidas pela “igreja”, tenho desejo de seguir a Cristo, quero negar a mim mesmo, quero tomar a cruz a cada dia, mas, são tantas as vantagens que me são oferecidas pelos pregadores de hoje, eles dizem que se eu ofertar sacrificialmente, ou seja, dar-lhes-lhes uma oferta acima das minhas possibilidades, Deus será obrigado a responder à minha fé, devolvendo-me cem vezes mais! Se eu mandar uma oferta especial para o ministério de certo “ministro do evangelho”, Deus vai responder dando-me bênçãos especiais: Salvação de toda a minha família; receberei de alguém uma oferta muito grande, muito maior do que a que fiz e, por fim Ele, Deus, derramará sobre mim a unção da prosperidade, tudo o que eu fizer prosperar, tudo o que eu tocar prosperará!

Isto me seduz!
Isto soa aos meus ouvidos muito melhor que as palavras de Jesus ao mancebo de qualidades: “Vai vende tudo o que tens, dá aos pobres e, vem, segue-me e terás um tesouro nos céus”. – Às vezes me pergunto: “pra que um tesouro nos céus? Eu preciso mesmo é de um tesouro agora, sim, pois, preciso de uma casa melhor, preciso de um carro melhor, preciso de ternos melhores, preciso de dinheiro pra tirar aquelas férias tão desejadas, numa praia paradisíaca ou fazendo uma viajem para o exterior. Preciso de dinheiro para ir à Jerusalém levar minha adoração,aqueles que vão a Jerusalém na caravana de certo apóstolo, recebem unção de maior prosperidade”! E, o que estes pregadores estão dizendo deve ser verdade mesmo, pois, eles têm mansões, carrões e, agora a última moda, compram jatinho pra poderem cumprir a agenda de eventos que promovem!

Ah! Como temos sido derrotados na batalha espiritual do dia a dia! Acreditamos em qualquer espertalhão que aparentemente tenha algo mais a nos oferecer! Esquecemos da singeleza do Evangelho de Cristo!

CHEGA! BASTA! É hora de acordar, de expulsar os vendilhões do Templo, mesmo que isso custe a vida. É hora de posicionarmo-nos como verdadeiros soldados do Exército de Cristo! É hora de vivermos como os heróis da fé, peregrinos, sofredores, abnegados, mas, certos de que nossa pátria celestial nos espera e que receberemos das mãos do nosso General a recompensa por sermos soldados fieis!

No dia a dia precisamos enfrentar e vencer os adversários da Igreja. Precisamos também estar alertas e prevenidos contra aqueles que estão infiltrados em nosso meio, mas, são soldados do inimigo, eles se disfarçam de ministros da Justiça e, como disse o Apóstolo Paulo aos Coríntios, não é de se admirar, pois o chefe deles, satanás, se transfigura em anjo de luz para tentar os servos do Deus Altíssimo!
Seja um soldado atento, examine tudo, retenha o que é bom, tudo o que ouvir de
pregadores compare com a Palavra de Deus, compare com o estilo de vida de Jesus e dos Apóstolos. Veja se são imitadores de Cristo e, se o que pregam não se
adéqua ao estilo de Cristo, rejeite-os! Não tenha medo! Não pense que você deve
ficar quieto e sem reação porque eles são “ungidos de Deus”, se negam a
eficácia do Evangelho de Jesus, se procuram usar a Palavra de Deus em benefício próprio, não são “ungidos de Deus” são na verdade lobos disfarçados de ovelhas!

Veja o que Judas escreveu e coloque em prática: “JUDAS, servo de Jesus Cristo, e irmão de Tiago, aos chamados, santificados em Deus Pai, e conservados por Jesus Cristo: Misericórdia, e paz, e amor vos sejam multiplicados. Amados, procurando eu escrever-vos com toda a diligência acerca da salvação comum, tive por necessidade escrever-vos, e exortar-vos a batalhar pela fé que uma vez foi dada aos santos. Porque se introduziram alguns, que já antes estavam escritos para este mesmo juízo, homens ímpios, que convertem em dissolução a graça de Deus, e negam a Deus, único dominador e Senhor nosso, Jesus Cristo. Mas quero lembrar-vos, como a quem já uma vez soube isto, que, havendo o Senhor salvo um povo, tirando-o da terra do Egito, destruiu depois os que não creram; E aos anjos que não guardaram o seu principado, mas deixaram a sua própria habitação, reservou na escuridão e em prisões eternas até ao juízo daquele grande dia; Assim como Sodoma e Gomorra, e as cidades circunvizinhas, que, havendo-se entregue à fornicação como aqueles, e ido após outra carne, foram postas por exemplo, sofrendo a pena do fogo eterno. E, contudo, também estes, semelhantemente adormecidos, contaminam a sua carne, e rejeitam a dominação, e vituperam as dignidades. Mas o arcanjo Miguel, quando contendia com o diabo, e disputava a respeito do corpo de Moisés, não ousou pronunciar juízo de maldição contra ele; mas disse: O Senhor te repreenda. Estes, porém, dizem mal do que não sabem; e, naquilo que naturalmente conhecem, como animais irracionais se corrompem. Ai deles! porque entraram pelo caminho de Caim, e foram levados pelo engano do prêmio de Balaão, e pereceram na contradição de Coré. Estes são manchas em vossas festas de amor, banqueteando-se convosco, e apascentando-se a si mesmos sem temor; são nuvens sem água, levadas pelos ventos de uma para outra parte; são como árvores murchas, infrutíferas, duas vezes mortas, desarraigadas; Ondas impetuosas do mar, que escumam as suas mesmas abominações; estrelas errantes, para os quais está eternamente reservada a negrura das trevas. E destes profetizou também Enoque, o sétimo depois de Adão, dizendo: Eis que é vindo o Senhor com milhares de seus santos; Para fazer juízo contra todos e condenar dentre eles todos os ímpios, por todas as suas obras de impiedade, que impiamente cometeram, e por todas as duras palavras que ímpios pecadores disseram contra ele. Estes são murmuradores, queixosos da sua sorte, andando segundo as suas concupiscências, e cuja boca diz coisas mui arrogantes, admirando as pessoas por causa do interesse. Mas vós, amados, lembrai-vos das palavras que vos foram preditas pelos apóstolos de nosso Senhor Jesus Cristo; Os quais vos diziam que nos últimos tempos haveria escarnecedores que andariam segundo as suas ímpias concupiscências. Estes são os que causam divisões, sensuais, que não têm o Espírito. Mas vós, amados, edificando-vos a vós mesmos sobre a vossa santíssima fé, orando no Espírito Santo, Conservai-vos a vós mesmos no amor de Deus, esperando a misericórdia de nosso Senhor Jesus Cristo para a vida eterna.E apiedai-vos de alguns, usando de discernimento; E salvai alguns com temor, arrebatando-os do fogo, odiando até a túnica manchada da carne. Ora, àquele que é poderoso para vos guardar de tropeçar, e apresentar-vos irrepreensíveis, com alegria, perante a sua glória, ao único Deus sábio, Salvador nosso, seja glória e majestade, domínio e poder, agora, e para todo o sempre. Amém”.

No temor do Senhor e almejando que reajamos urgentemente e nos posicionemos firmemente ao lado de Nosso Senhor Jesus Cristo!

Pr Coura

Anúncios