Batalha Espiritual – A Missão da Igreja!

Mt 16.18
(….) sobre esta pedra edificarei a minha Igreja e as portas do inferno não prevalecerão contra ela. (Jesus Cristo)

Ao lermos este texto é comum a interpretação de que a Igreja resistirá aos ataques de satanás com tanto poder que este não a vencerá! Isso é uma verdade implícita no texto, de modo algum satanás e seu reino serão vitoriosos sobre a Igreja de Cristo.

Todavia, não vejo neste texto uma Igreja na defensiva e sim uma Igreja atacante! Não uma Igreja que acuada em seu território resiste bravamente ao ataque inimigo, mas uma Igreja que bravamente adentra o território do inimigo e o ataca, vence e trás consigo para seu território os despojos da guerra que são as Almas resgatadas das garras do inimigo.
Sempre que se fala em batalha espiritual causa um grande alvoroço no seio a Igreja, uns se levantam furiosamente pra dizer não é bem assim, Cristo já fez tudo o que tinha pra se fazer e nós agora vivemos a sombra do Todo-Poderoso, outros avançam em conclusões cada vez mais fantasiosas dizendo que batalha espiritual é para um grupo seleto de pessoas que receberam de Deus a autoridade pra isso, uns menosprezam o inimigo dizendo que ele é um derrotado e nada pode fazer contra a Igreja e, por mais que ele tente, não precisamos fazer nada pois ele já está derrotado, outros vêm uma batalha particular para cada crente e criam fantasiosas suposições de como se preparar para a batalha, outros posicionando-se como estrategistas em batalha espiritual, avançam em conhecer as profundezas de satanás e, como a Bíblia não se aprofunda neste assunto, fazem entrevistas com demônios ajuramentados em falar a verdade para descobrir o maior número de informação possível com o próprio inimigo (esquecem-se que satã é mentiroso e que não tem nada a perder, ou seja, nós a Igreja de Cristo, não temos nada para oferece-lo que possa mudar sua condição de condenado ao fogo eterno, não tendo assim nenhum motivo para trair-se e passar informações válidas pra igreja, o que ele oferece é o que é chamado na doutrina militar de “contra informação” – uma informação parcial e que tem por finalidade ludibriar o adversário), assim batalha espiritual se tornou um pomo de discórdia entre os líderes da Igreja de Cristo! Mas, vejamos o que podemos aprender com a Palavra de Deus sobre este assunto:

1. O reino das trevas (de satanás) está estabelecido neste mundo desde o pecado de Adão! – Rm 5.12 c/ Hb 2.14

Infelizmente muitos não buscam entender as verdades da Palavra de Deus e agem como se estas verdades absolutas fossem relativas, ou seja, o que Deus diz sobre algo não o diz a todos e por todo o sempre, o que Deus disse no passado tinha valor no contexto em que falou, hoje, temos que analisar se esta verdade é a verdade contemporânea, pois hoje estamos vivendo de maneira diferente, com diferentes problemas e assim a verdade deve ser relativizada a nossa época!

Jesus disse: os céus e a terra passarão, mas a minhas palavras não hão de passar! Isso no fala da eternidade e contemporaneidade da Palavra de Deus, a Verdade de Deus é Absoluta, vale em todas as épocas, em todos os contextos, em todas as culturas! A Verdade divina é supracultural! Bem, em sendo assim podemos entender pela Palavra de Deus que com o pecado de Adão lá no Éden, satanás conseguiu implantar o seu reinado sobre este mundo, não são poucos os textos que nos mostram isso: I Co 4.4, I Jo 5.19 e outros.

O mundo jaz no maligno! Isto nos mostra que satanás está estabelecido, seu reino é deste mundo, ele tem sob sua guarda a humanidade corrompida pelo pecado.

2. A Igreja de Cristo, estabelecida com sua morte e ressurreição é a tropa do Senhor Jesus para a Implantação do Reino de Deus!

No texto inicial vimos à declaração do Senhor Jesus dizendo que estabeleceria a Igreja e que esta seria vitoriosa contra o reino das trevas, aleluia. Com a morte e ressurreição de Cristo, a vinda do Espírito Santo em pentecoste e a ação dos apóstolos a Igreja de Cristo começou a ser edificada sobre o fundamento da Pessoa de Cristo, como ele havia previsto. Em Atos vemos a constante batalha entre a Igreja e o reino das trevas, representado pelos reinos deste mundo! Todavia, mesmo em face da morte de muitos cristãos a Igreja marchou triunfante, enfrentou espada, crucificação, Leões, fogo, etc., mas não se recolheu a um quartel general para se defender, não, a Igreja sempre esteve o ataque, por que entendeu a verdade do que Cristo ensinou em Lucas 11.21-22: O valente (satanás, estabelecido e confiante) armado (protegido) cuida, protege o seu reino (a humanidade corrompida), mas vem um Mais Valente (Cristo) e o vence, amarra e toma o despojo (resgata a humanidade); Ora, isto é a vitória legal de Cristo sobre o reino das trevas, conquistada na Cruz! Mas, precisamos fazer valer esta vitória, precisamos torna-la vitória de fato! Precisamos ir ao terreno do inimigo e resgatar as almas, precisamos enfrentar as vicissitudes da batalha e não recuar, para fazer valer a vitória de nosso comandante e implantar o Reino de Deus!

Isto foi o que nos ordenou nosso Mestre e Comandante ao nos dar a grande comissão: IDE E FAZEI DISCÍPULOS DE TODAS AS NAÇÕES! (Mt 28.18-20; Mc 16.15-18; Lc 24.45-49, Jo 20.21 e At 1.8)

3. Somos um exército de oficiais com autoridade de representantes do SENHOR do Reino!

Nos Textos de Lucas 11.21-22 e Efésios 6.12-13, a palavra grega usada para “armadura” é panoplian, que é a armadura do oficial romano, com a insígnia do imperador, deixando claro para quem a vê que quem a usa está investido da autoridade do império. Ora, se o Espírito Santo inspirou Lucas e Paulo, os escritores destes textos, feitos em épocas e contextos diferentes a usar panoplian e não a outra palavra grega usada para armadura que é elekoi que é a armadura do soldado comum significa claramente que Deus está nos dizendo que não somos simples soldados! Não, Somos representantes de Deus e revestidos com a autoridade de Deus! Jesus disse aos discípulos que voltavam de uma excursão missionária, felizes porque tinham até expulsado demônios: “eis aí, vos dei autoridade para pisardes serpentes e escorpiões e sobre todo o poder do inimigo; e nada vos fará dano algum! – Contudo, não vos alegreis porque se vos submetem os espíritos; alegrai-vos antes por estarem os vossos nomes escritos nos céus” (Lc 10.19-20), que maravilhoso! Os demônios se submetem a nós, têm que nos obedecer, estão sob a nossa autoridade! Mas isso não é o melhor, isso não é tudo! Nossa alegria não deve estar no fato de termos autoridade, mas no fato de sermos cidadãos do céu! No Fato de sermos conhecidos por Deus e termos nosso nome escrito em seu livro!
No livro “Com a Mão no Arado” pg 107, de autoria do Rev Ronaldo Lidório, está registrada a frase dita por um líder Konkomba da Igreja em Koni-Gana: “Quem não corre riscos, não precisa de autoridade! Esta frase é uma verdade que precisa estar presente em nossos corações, seguir a Cristo não é estar livre de lutas, problemas ou até mesmo da morte, seguir a Cristo é estar seguro em meio às lutas, problemas e até mesmo frente a morte, aliás, Jesus nunca enganou seus seguidores, sempre os alertou disso, em Atos 1.8, Lucas registra a frase de Jesus: “Recebereis poder ao vir sobre vós o Espírito Santo e sereis minhas testemunhas (….)” é preciso analisar duas palavras gregas usadas neste texto, são elas dinamys (poder) e martur (testemunhas). Dinamys é uma palavra da qual se derivou a nossa palavra dinamite, um explosivo poderoso. Martur em nosso idioma gerou a palavra Martir, aquele que morre por uma causa; assim, podemos ler At 1.8 da seguinte maneira: “Recebereis o poder explosivo ao vir sobre vós o Espirito Santo e, então sereis meus mártires (morrereis por mim)!” – Bem, você dirá, não foi isso que me disseram quando pregaram o evangelho pra mim, quando aceitei a Jesus o que me disseram era que agora como filho de Deus todos os meus problemas estariam resolvidos e que a minha vida seria totalmente feliz, sem doenças, sem vícios, etc.

Infelizmente em nossos dias (acredito que até mesmo num passado próximo) não se fala no preço do discipulado, não se ensina em profundidade, com isso vivemos um evangelho meia boca, um evangelho sem a plenitude de Cristo, por isso, vemos tantas pessoas desiludidas com a vida cristã. Hoje se fizermos uma pesquisa bem feita e profunda, descobriremos que: o número de pessoas desiludidas com o evangelho ultrapassa e muito o número daqueles que estão felizes e seguros de que o evangelho é o poder de Deus, sem contar que temos ainda dentro da Igreja muitos que não enfrentaram grandes lutas e assim vivem como se diz, uma lua de mel com o evangelho.

Amados de Deus, não vos deixeis enganar, estamos em guerra, sim estamos vivendo nosso dia a dia em plena guerra e não temos trégua, nosso inimigo é astuto e procura por todos os meios nos afastar da frente de batalha, quer nos ferindo, quer nos levando a acreditar que não há mais necessidade de mobilização, pois o inimigo foi derrotado, quer nos enviando contra informação, ou seja, informação falsa, pra isso usando todos os meios disponíveis!

A Igreja tem uma função ou finalidade que foi determinada pelo Senhor Jesus, o Senhor da Igreja, e esta finalidade é Implantar o Reino de Deus, para isso temos que “amarrar” nossos inimigos, temos que destituí-los de autoridade sobre as almas, lembrem-se: Jesus já venceu a satanás! Definitivamente! Esta vitória de Direito sobre satanás na cruz, nos foi incumbida de efetivarmos na prática, ou seja, no dia a dia; para isso Jesus nos revestiu de autoridade, sim Ele é a nossa armadura (panoplian), marchemos, pois, confiantes e certos que a vitória já é nossa, invadamos o terreno do inimigo, tiremos-lhe o despojo (almas) e implantemos o Reino de Deus!

Batalha Espiritual é a missão da Igreja. Infelizmente o inimigo tem tentado e em muitos casos conseguido implantar a mentira de que Batalha Espiritual é para crentes de um nível superior, fazendo com que uns tenham orgulho por serem melhores e outros sintam-se descompromissados com a Batalha Espiritual, por não se considerarem “especiais”. Primeiro: Deus não tem filhos especiais, a Bíblia diz que todos os filhos são co-herdeiros com Cristo, ou sejam, na mesma medida, na mesma proporção e ainda mais, a Palavra nos diz que fomos predestinados para sermos a exata imagem de Cristo! Eu e você, somos espiritualmente falando da mesma categoria que Cristo. Ele, Jesus, é o filho legítimo, nós os filhos adotados, mas que recebemos os mesmos direitos que o legítimo, fomos legitimados pelo SANGUE DERRAMADO na cruz! Aleluia (Rm 8); Segundo: Todos os filhos de Deus são sacerdotes reais, temos diferentes dons, possuímos diferentes ministérios, todavia, estes dons e ministérios são complementares, ou seja, um completa o outro. Nenhum dom ou ministério é independente! Terceiro: Não existe neutralidade na batalha espiritual, ou seja, você ou está do lado de Cristo e implantando o Reino de Deus ou está do lado do inimigo e defendendo o reino das trevas.

Sei que o que disse soa pesado, mas é a mais pura verdade! Um soldado que não esteja comprometido com a batalha é na verdade um braço do inimigo em nosso meio! Infelizmente por causa de ensinos errados, muitos cristãos pensam que não evangelizando, não orando, não se oferecendo para o trabalho na igreja, estarão neutros na batalha, pois o inimigo não os atacará uma vez que eles não atacam o inimigo; todavia, amados, esta postura de inércia é tudo o que o inimigo quer, pois assim uma parte do corpo está enferma e não funciona! Por outro lado, quando um soldado se lança num ataque solitário às bases do inimigo, certamente será ferido e, note, o inimigo não tem nenhum desejo de matar este soldado, mas sim feri-lo, pois um soldado ferido causa atraso na batalha, exige atenção e, por fim, a batalha será adiada por mais um pouco de tempo. A batalha não é individual, a batalha é da IGREJA, é do CORPO e deve ser exercida assim!

Em Frente, Guerreiros, Tomemos as bases do inimigo, ataquemos com todas as nossas forças e com todos os nossos soldados, lembrem-se estamos vestidos com a ARMADURA, a proteção e a autoridade do SENHOR da IGREJA, avancemos como IGREJA e as portas do inferno não prevalecerão contra nós!

Em Cristo o General Vitorioso!

Pr Coura

Anúncios