Jeovah Jireh! – Deus Provedor!

 

Paulo sem funto

No Capítulo 22 do livro de Genesis temos o relato da prova de fé e fidelidade que Deus exigiu de Abraão: Que levasse seu filho Isaque, o herdeiro da promessa, até o monte Moriá e ali o oferecesse em holocausto ao Senhor!

Abraão foi aprovado com louvor, pois demonstrando confiança total na Promessa de que Isaque seria pai de uma grande nação e que, portanto, não era aquele o momento final da existência de Isaque, o leva ao monte do sacrifício e, chegando ao pé do monte diz aos servos que estavam com ele: fiquem aqui, eu e o moço subiremos, sacrificaremos ao Senhor e, voltaremos! (Gn 22.5)

Aqui inicia a meu ver a demonstração de confiança de Abraão, pois ele estava subindo para sacrificar (matar) seu filho, mas, diz aos moços: VOLTAREMOS! Nós voltaremos, eu e Isaque voltaremos! Em seu coração Abraão tinha a certeza de que de um modo ou de outro Isaque não morreria ou pelo menos não permaneceria morto naquele dia! O escritor de Hebreus diz: Pela fé Abraão, sendo provado, ofereceu Isaque; sim, ia oferecendo o seu unigênito aquele que recebera as promessas, e a quem se havia dito: Em Isaque será chamada a tua descendência, julgando que Deus era poderoso para até dos mortos o ressuscitar; e daí também em figura o recobrou (Hb 11.17-19 – o grifo é meu)!

Abraão cria que Deus era poderoso para ressuscitar a Isaque!

É bom atentarmo-nos para o fato de que até aquele momento não existe narrativa de nenhuma ressurreição! Mas Abraão cria que Deus era poderoso para fazer cumprir a sua palavra e, a palavra de Deus era que Isaque geraria uma grande nação, então Deus faria Isaque retornar dos Mortos! Aleluia!

Enquanto subia o monte Isaque, que já era um jovem, raciocinando sobre o que estava para acontecer e sem entender muito bem, pergunta ao pai: Meu pai, O fogo e a lenha, estou vendo que trouxemos, mas, o cordeiro para o holocausto onde está? (Gn 22.7) a resposta de Abraão é a declaração do nome de Deus e uma profecia: Jeová Jiré! Deus para si o cordeiro proverá!

Todos os leitores da Bíblia são conhecedores de que realmente no último instante Deus se manifestou, livrou Isaque da Morte e realmente proveu um cordeiro para o holocausto, que na verdade se torna uma sombra de Cristo, o Cordeiro de Deus, provido por Deus para a Salvação da humanidade!

Jeová Jiré – Deus Provedor!

Por toda a história da humanidade Deus tem se manifestado como o provedor-mor. Nas horas mais angustiantes e sombrias, Jeová Jiré se manifesta provendo livramento, alimento, cura, na verdade provendo a solução para toda e qualquer necessidade do ser humano.

Sem duvida, porém, o ápice desta provisão é a encarnação de Deus-Filho, para tomar o lugar do homem na condenação e pagar o preço da redenção da humanidade. O sacrifício de Jesus foi completo e suficiente, não restando nada mais a ser feito pelo homem, a não ser crer na encarnação, morte e ressurreição de Jesus e recebe-lo como Senhor de sua vida!

E, uma vez que o homem nasce de novo e é integrado à família divina, Jeová Jiré, o Deus provedor, está sempre pronto a manifestar-se em beneficio de seu filho, adotado pelo sangue de Cristo. O Novo Testamento está repleto de histórias de livramentos, de sustento e da grande provisão de Deus para seus filhos. Em nossos dias temos visto a mão poderosa do Grande Provedor se manifestando constantemente na vida de seus filhos!

Infelizmente, muitos filhos de Deus têm vivido uma vida abaixo da realidade divina de sua filiação. Os motivos para isso são vários, mas, entre eles dois se destacam: Falta de conhecimento e a mediocridade da fé que professam!

Falta de conhecimento é sem dúvida nenhuma uma terrível realidade no seio da Igreja em nossos dias. Embora vivamos numa era de tanto conhecimento humano, tantas informações, tanta velocidade de comunicação, os cristãos em sua maioria vivem sem o conhecimento revelado de Deus. Têm informações a respeito de Deus, têm informações sobre o que Deus fez ou pode fazer por eles, mas, não conhecem verdadeiramente ao Senhor, não têm intimidade com Ele, não têm intimidade com a Palavra de Deus, alguns leem a bíblia de acordo com a cartilha de seus líderes, vivem pelas interpretações de outras pessoas, não têm senso crítico e formam uma grande massa de manobra nas mãos de líderes por vezes inescrupulosos ou até mesmo líderes que como eles não têm conhecimento pessoal de Deus!

Quando se fala em fé, a confusão que reina entre os que se dizem cristãos é uma coisa terrível! A grande maioria aprendeu que a fé um objeto ou algo que se usado da maneira correta obrigará Deus a fazer exatamente aquilo que o ser humano deseja! Infelizmente, alguns líderes inescrupulosos, ensinam que a prova de que se tem fé é a oferta sacrificial, torcem a Palavra de Deus, usando o que Jesus disse a respeito da oferta da viúva que doou tudo o que possuía (cerca de 50 centavos ou dois pãezinhos) depositando sua confiança em Deus para seu sustento, afirmam que se a pessoa doar tudo o que possuí, ou uma oferta acima daquilo que lhe é possível, algo que sacrifique sua vida financeira, então Deus lhe responderá favoravelmente, outros usam o texto sobre Abraão oferecendo Isaque em sacrifício, e dizem: qual é o teu Isaque? Lembre-se, que Isaque era o bem maior que Abraão possuía era o tudo de Abraão, o que você vai oferecer em sacrifício a Deus, para que ele te responda?

Amado de Deus! Se quisermos que este nome de Deus: Jeová Jiré! Seja uma manifestação constante em nossa vida devemos buscar conhecimento revelado de Deus e vivermos pela fé sobrenatural, a fé do tipo de Deus!

O Conhecimento pode ser adquirido com uma vida de leitura, meditação, prática da Palavra de Deus, oração diária (a sós com Deus) e jejum, estas práticas se levadas a sério e rotineiramente, com certeza nos levará a um lugar de intimidade com Deus e teremos a revelação do Senhor.

Mesmo que não tenhamos nenhum grande mestre humano para ensinar-nos, podemos adquirir o conhecimento revelado de Deus, veja o que diz I Jo 2.20,27: Ora, vós tendes a unção da parte do Santo, e todos tendes conhecimento. – E quanto a vós, a unção que dele recebestes fica em vós, e não tendes necessidade de que alguém vos ensine; mas, como a sua unção vos ensina a respeito de todas as coisas, e é verdadeira, e não é mentira, como vos ensinou ela, assim n’Ele permanecei. Entendeu?

O Espírito Santo (Unção) foi nos dado como nosso guia e mestre e ele nos guia a toda a verdade, basta buscarmos sua orientação, pois, quando nos tornamos dependentes do Espírito Santo na oração, na interpretação da palavra e na aplicação da Palavra de Deus em nossa vida diária, com certeza teremos o auxílio de nosso Amado Consolador!

Com o conhecimento revelado vem a fé sobrenatural, na verdade todos, os que nascemos de novo, temos fé sobrenatural que nos foi dada quando ouvimos o evangelho e recebemos a Cristo, pois a salvação é pela fé que é um dom de Deus, um presente! Para que possamos nos edificar, construir nossa vida sobre o fundamento que é Jesus, o conhecimento revelado de Deus aos poucos vai transformando-nos e nos capacitando a acreditar na verdade divina em vez de olharmos ou acreditarmos nas circunstâncias que vemos ou vivemos, assim nos edificamos e crescemos na fé!

Fé sobrenatural é a capacidade de acreditar que Deus fala a verdade e que Ele é quem diz ser! É a confiança de que a Palavra de Deus não cairá por terra, por mais que as circunstâncias digam o contrário! É não olhar para si, mas para Deus, é estabelecer sua fidelidade em Deus e não em outro qualquer que possa interceder por nós!

JEOVÁ JIRÉ – Deus pra si o cordeiro proveu! Aleluia!

Pr. Paulo Coura

Anúncios