Fogo Amigo

GuerraQuando se vai à guerra é preciso muitas vezes fazer alianças com outros exércitos para garantir a vitória.

Quando não há uma comunicação correta e compreensível entre os exércitos aliados existe a possibilidade de se ser atingido pelo próprio aliado, isso é o que se chama fogo amigo.

As baixas mais tristes e lamentadas em uma guerra são as que são causadas por fogo amigo, pois exércitos amigos  se ferem e causam baixas e pavor entre si, por falta de zelo ou de comunicação mal feita ou não compreendida!

No Reino de Deus infelizmente também sofremos baixa muitas vezes por fogo amigo, ou pelo menos do que deveria ser amigo.

EvangelismoMuitos projetos de expansão são criados e levados a efeito sem que haja o menor cuidado de se pesquisar para saber se já existe na área um projeto semelhante, se outro grupo ou congregação já está trabalhando com o alvo do projeto. Muito esforço tem sido desperdiçados e talentos desperdiçados, simplesmente por falta de comunicação e boa vontade entre “irmãos”!

Fomos chamados para implantar o Reino de Deus, não nossas denominações. Se trabalhássemos em função do Reino de Deus não envidaríamos esforços para alcançar áreas que já estão sendo alcançadas, tornando-nos “opção”, na verdade, oposição ao trabalho que anteriormente se iniciou, pois nossos métodos são diferentes e isso causa prejuízo, ou seja, o fogo amigo.

Quando um membro de uma denominação procura outra denominação fugindo da disciplina, dos princípios e ensinos (falamos de doutrina, disciplina e ensinos verdadeiramente bíblicos), na maioria das vezes são recebidos sem antes se consultar a denominação de origem para saber o que de fato está acontecendo, assim as pessoas fluem de uma denominação para outra com a maior liberdade e os erros e maus costumes não podem ser corrigidos. A pregação tem que ser a gosto do povo, pois do contrário se troca de congregação. Isto tem causado muito prejuízo para o Reino de Deus por causa do fogo amigo, que muitas vezes se apresenta pela difamação da congregação “concorrente”!

É preciso urgentemente voltarmos à Palavra de Deus na questão do Reino, pois do contrário estaremos sempre incluídos nas palavras de Jesus: Reino dividido contra si mesmo, não prospera!

Que Deus nos ajude a transformarmos o fogo amigo em esforço conjunto pelo crescimento do Reino de Deus!

Pr. Paulo Coura

Anúncios