José, Exemplo de Resiliência!

A Bíblia nos conta a história de José, filho de Jacó e Raquel.

 
Um filho muito amado por seu pai, mas desprezado por seus irmãos!
 
A atitude do pai o diferenciando de seus irmãos o tornou alvo da maldade e do desprezo destes.
Era um sonhador! Sonhou, e seu sonho era uma revelação de Deus sobre o que aconteceria com ele e seus irmãos e pai: Viu doze feixes de trigo, onze destes feixes se dobravam diante de um deles, justamente o que correspondia a si (José), outros sonho, mesma revelação: O Sol a Lua e doze estrelas, todos se curvam diante deu uma estrela, justamente a que o (José) representava!
Um dia, cumprindo ordem de seu pai, foi ao campo sondar seus irmãos, ver o que eles estavam fazendo! Não os encontrou no lugar onde deviam estar, mas procurou por eles e os encontrou!
Lá vem o Sonhador! – foi o que disseram. 
 
Decidiram mata-lo, para junto matarem os seus sonhos!
 
Pela intercessão de um dos irmãos, não o mataram, mas venderam-no como escravo ao mercadores midianitas que passavam por aquele lugar!
 
Inicia-se um período de sofrimento para José. Seus sonhos não o levaram para um lugar de destaque, mas sim para a escravidão! 17 anos! um adolescente, longe do pai, orfão de mãe e agora escravo! Foi vendido para Potifar, um general egípcio!
 
Trabalhando na casa de Potifar prosperou, mesmo no cativeiro, mesmo sendo um escravo, prosperou e tudo o que colocava as mãos prosperava!
 
O cativeiro foi abrandado, José foi colocado por Potifar como administrador de seus bens!
ADMINISTRADOR, mas continuava escravo!
 
A mulher de Potifar o desejou, o convidou para ser seu amante, mas pela fidelidade à Deus e ao seu senhor (Potifar) ele rejeitou tal proposta, ela insistiu e ele fugiu, mas ela ficou com sua túnica!
Por ser rejeitada, ferida em seu orgulho, a mulher, gritou! e mentiu dizendo que José a tinha atacado!
 
Por ser fiel, por não trair seu senhor e seu Deus, agora José é lançado na prisão!
Jovem, Fiel a Deus, escravo no Egito e agora prisioneiro! Que mais poderia acontecer?
O Sonho de governar não apenas o tinha afastado da família, mas o tinha levado ao cativeiro e a prisão!
 
Com o passar dos meses, o carcereiro viu em José algo diferente e o colocou como seu auxiliar. Estavam presos ali o copeiro e o padeiro do Faraó. Ambos sonharam e José interpretou os sonhos deles, um iria morrer (o padeiro) outro seria reconduzido a seu cargo (o Copeiro), José pede ao copeiro que fale dele a Faraó, ele quer sair da prisão, mas o copeiro o esquece e se passam dois longos anos, até que Faraó sonha e fica preocupado com o significado do sonho, os magos e intérpretes do Rei não conseguem achar um significado para o sonho, aí o copeiro se lembra de José, conta para o Faraó que na prisão tem um jovem hebreu que interpretou os sonhos dele e do padeiro e que aconteceu conforme a interpretação!
 
O Faraó chama José que ouve o sonho e o interpreta e ainda aconselha ao Faraó em como lidar com a interpretação do sonho.
 
Faraó admirado da Sabedoria e graça divina na vida de José o torna GOVERNADOR de todo o Egito, a segunda pessoa em poder!
 
Os anos de fartura do sonho se acabam e os anos de fome assolam a terra, mas o Egito tem comida, Faraó tem um governador que avisado por Deus, preparou celeiros, guardou comida do bons tempos!
 
A Fome e sequidão chega a Canaã onde moram Jacó e sua família. Ele envia seu filhos ao Egito para comprar comida.
 
Quando os filhos de Jacó chegam ao Egito e procuram José para comprar comida ele os reconhece e naquele exato momento o sonho dos molhos de trigo se torna realidade!
José em pé como Governador da nação mais poderosa de sua época e seus irmãos curvados como súditos, estrangeiros e dependentes do favor do governador!
 
Foram cerca de 12 anos entre a venda de José como escravo ao cumprimento do Sonho!
12 anos de sofrimentos, angústias e de resignação ao mandato divino. Sofreu confiante que seu cativeiro se tornaria em vitória, pois sabia de onde vinha os seus sonhos!
 
Será que estamos preparados para caminhar o caminho que pavimentam e tornam em realidade nossos sonhos? Será que o desprezo de nossos parentes e irmãos, a traição e venda para estrangeiros; O progresso rompido pelo desejo de um sedução que rejeitamos por fidelidade e que nos levou a prisão; a prisão e a interpretação dos sonhos, o esquecimento do copeiro, vai nos conduzir ao trono?
 
Creia! Deus Existe e é galardoador daqueles que o amam e vivem por seus decretos!
Anúncios